Arquivo da tag: poesia

Buscando a razão do ser e viver – Jairo Mielnik

Jairo Mielnik

Anúncios

1 comentário

Arquivado em Documentos do Scribd, Meus trabalhos, teologia

Amor puro e verdadeiro

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

Frases (1)

                                   

 “Somos poetas do dia-a-dia, nossa vida é uma poesia”.

Jairo Mielnik

Deixe um comentário

Arquivado em Meus trabalhos, Uncategorized

Oração ao Deus desconhecido – Friedrich Nietzsche

Em uma palestra,  Leonardo Boff cita ” A Oração ao Deus desconhecido, de Friedrich Nietzsche.

Oração ao Deus desconhecido

 
Antes de prosseguir em meu caminho e lançar o meu olhar para a frente, uma vez mais, elevo só, minhas mãos a Ti, na direção de quem eu fujo.

A Ti, das profundezas de meu coração, tenho dedicado altares festivos, para que, em cada momento, Tua voz me pudesse chamar.

Sobre esses altares está gravada em fogo  esta palavra: “Ao Deus desconhecido”.

Seu, sou eu, embora até o presente tenho me associado aos sacrilégios.

 Seu, sou eu, não obstante os laços que me puxam para o abismo.

 Mesmo querendo fugir, sintos-me forçado a servir-LO.

Eu quero Te conhecer,  óh desconhecido.

Tu, que me penetras a alma e, qual turbilhão, invades a minha vida.

Tu, o incompreensível, mas meu semelhante.

Quero te conhecer, quero só a Ti servir.

Friedrich Nietzsche

Jairo Mielnik

Deixe um comentário

Arquivado em Meus trabalhos, teologia, Vídeos Interessantes

Eu já fui cabeludo

Eu já fui cabeludo

Que saudades do cabelo comprido

Que saudades do seminário

Das madrugadas estudando

Das discussões calorosas

Dos miojos e bolachas

Das orações e devocionais

Dos amigos e professores

Da louça da cantina

Da roupa pra lavar

Da solidão e da distância

Da família, da igreja, do mundo

Pra que se isolar?

Se a missão se faz no mundo

Entre as pessoas imperfeitas

Pecadores como a gente

Cabeludos ou carecas

Ai que saudade dos meus tempos de seminário!

Jairo Mielnik

 Vídeo onde estou cabeludo, no Youtube:

No Vimeo:

Jairo Mielnik

Deixe um comentário

Arquivado em Meus trabalhos, Missões, teologia, Vídeos Interessantes

Esperança ao Mar

“Eu lancei uma esperança ao mar,

porém jamais deixarei de ter esperanças.

 Se a esperança é a última que morre, como pode ser esperança?

 A esperança quando é esperança de verdade,

 aguarda com paciência, até acontecer.

 Agora não confundamos esperança com utopia”.

Jairo Mielnik

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized